Início » Vestibular » Inscrição Revalida 2021: Como fazer, Requisitos, Prova

Inscrição Revalida 2021: Como fazer, Requisitos, Prova

A Inscrição Revalida 2021 é indispensável para quem deseja fazer parte do programa instituído pelo Ministério da Educação e Ministério da saúde para validar diplomas expedidos em universidades do exterior.

Isto é, o projeto, vinculado ao Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos, tem como objetivo validar diplomas expedidos em outros países.

Contudo, para poder realizar o procedimento, o candidato deve entender como realizar a Inscrição Revalida 2021. Neste artigo, trouxemos um guia completo para te ajudar. Confira.

O que é o Revalida?

Inscrição Revalida 2021

 

Em resumo, o Revalida é um projeto instituído pelo Ministério da Educação e pelo Ministério da Saúde, com o objetivo de avaliar a proficiência de médicos formados em outros países.

Ou seja, o programa avalia o conhecimento dos profissionais de acordo com as normas do Brasil. Em geral, a avaliação é feita levando em consideração conhecimentos, habilidades e competências essenciais para atuação no Sistema Único de Saúde (SUS).

Dessa forma, o programa se caracteriza como uma opção para médicos formados fora do Brasil, mas que desejam atuam em solo brasileiro.

No entanto, além de preencher alguns requisitos exigidos pelo programa, os profissionais devem realizar a Inscrição Revalida 2021.

Como fazer Inscrição Revalida 2021?

Inscrição Revalida 2021

 

Apesar de exigir alguns requisitos básicos, o mais importante para ter aceso ao programa é a inscrição Revalida 2021. Isso porque a avaliação deve ser feita após o candidato inscrever-se no programa.

Dessa forma, é essencial que você entenda como realizar o procedimento para ter seu diploma validade no Brasil. Abaixo, listamos o procedimento passo a passo:

  1. Primeiramente, acesse o site oficial do Revalida,
  2. Em seguida, basta selecionar a opção de inscrição,
    Como fazer Inscrição Revalida 2021?
  3. Logo depois, o candidato deve preencher os dados solicitados,
  4. Por fim, finalize o procedimento e confirme sua inscrição.

Além disso, é importante que o candidato, no momento da inscrição, forneça algumas informações importantes, como a indicação da instituição onde deseja realizar sua revalidação de diploma.

O local onde fará os exames também deve ser indicado.

Logo após realizar o procedimento de inscrição, é necessário realizar o pagamento da taxa de inscrição. Os boletos para pagamento são emitidos pela internet.

Apesar das expectativas para a abertura da Inscrição Revalida 2021, ainda não foram confirmadas as datas para inscrição. Há pouco tempo, o MEC indicou que o exame ocorreria em duas edições anuais. Lembrando que o MEC também é o organizador do Enem e de demais programas do governo.

Porém, até o presente momento, não houve divulgação de novas datas para o exame que teve sua última edição em 2017.

Requisitos

Inscrição Revalida 2021

 

Antes que o candidato se inscreva no programa, é importante saber se ele atende aos requisitos básicos da Inscrição Revalida 2021.

Em geral, estes critérios são:

  • Ser brasileiro ou estrangeiro residente legalmente no Brasil,
  • Ser portador de diploma médico expedido por uma universidade estrangeira reconhecida no país de origem,
  • Autenticar o diploma da universidade do exterior consulado brasileiro,
  • Possuir o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF),
  • Ter encaminhando os arquivos de imagens do diploma, de acordo com o foi solicitado pelo sistema de inscrição.

Prova do Revalida

Inscrição Revalida 2021

 

Aplicado pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), o Revalida leva em consideração os métodos de avaliação de universidades públicas do Brasil.

Dessa forma, a prova do exame conta com um processo avaliativo rigorosos. Os aprovados, por outro lado, ficam isentos de realizar outros exames usuais para a contratação.

Além disso, para conseguir aprovação no exame é necessário passar pelas duas etapas do programa.

Etapas do Revalida

A primeira fase é uma prova teórica, com 110 questões de múltipla escolha e 5 questões discursivas.

Com isso, nessa primeira etapa são abordados os conteúdos relacionados à medicina, como clínica médica, cirurgia e medicina da família e saúde pública.

Por outro lado, a segunda etapa é feita através de uma avaliação das habilidades clínicas do candidato. É aqui onde ele deve demonstrar os conhecimentos, habilidades e competências para atuar no Brasil.

Revalidação do diploma

Logo após realizar o programa, e ser aprovado nas duas etapas, o candidato precisa encaminhar seu diploma para revalidação.

Dessa forma, o procedimento é feito em uma universidade pública do Brasil, sendo que ainda pode ser exigido do candidato uma complementação em sua formação.

Em seguida, caso cumpra todos os requisitos, é necessário realizar a inscrição no Conselho Regional de Medicina para, enfim, conseguir a habilitação como médico.

Comente